[1]
M. Blanck y C. Kraemer, «Teoria queer e educação», Polyphōnía, vol. 5, n.º 2, pp. 60-91, ago. 2021.